Politica
Vox confirma Datafolha: Válidos, Dilma 52%; Aécio 48%

 A pesquisa do Instituto Vox Populi, encomendada pela TV Record, Record News e R7, divulgada nesta segunda-feira (20) indica que a presidente Dilma Rousseff (PT) permanece numericamente à frente do senador Aécio Neves (PSDB) na corrida à Presidência da República, mas o cenário ainda é de empate técnico entre os candidatos. Os números são semelhantes aos que foram divulgados pelo Datafolha mais cedo (aqui). Considerando apenas os votos válidos, ou seja, descontando-se brancos, nulos e eleitores indecisos, Dilma aparece com 52% enquanto o tucano soma 48%. É com esses números que o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) chega ao vencedor da eleição. Também há empate técnico.

 Dilma aparece com 46% das intenções de voto totais e Aécio registra 43% da preferência do eleitorado. Em relação à semana passada, os dois candidatos oscilaram dentro da margem de erro da pesquisa — de 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

No último levantamento Vox Populi, Dilma registrou 45% e Aécio somou 44%. A pesquisa divulgada hoje aponta que brancos e nulos são 5%, e eleitores indecisos somam 5%.

A pesquisa ouviu 2.000 eleitores entre o último sábado (18) e domingo (19) em 147 cidades do País. O levantamento, que tem nível de confiança de 95%, foi registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com o número BR-01136/2014.


Politica
Datafolha: Dilma tem 46% e Aécio, 43%

 A Pesquisa Datafolha divulgada na noite de hoje mostrou, pela primeira vez, a presidente Dilma Rousseff (PT) numericamente à frente no segundo turno. Dilma e Aécio Neves (PSDB) continuam empatados tecnicamente. Dilma registrou 46% das intenções de voto e o tucano, 43%.

Nos votos válidos, Dilma tem 52% e Aécio, 48%. Votos em branco e nulos somam 5%. Os indecisos são 6%.

Em comparação ao levantamento apresentado na semana passada, Aécio oscilou 2 pontos para baixo, passando de 45% para 43%. Dilma oscilou 3 para cima, de 43% para 46%.

Na semana passada, os eleitores que declararam voto em branco ou nulo eram 6%. Os que não tinham candidato também eram 6%. Considerando somente os votos válidos, Aécio tinha 51%, e Dilma, 49%.

O Datafolha entrevistou 4.400 pessoas nesta segunda-feira nos 26 estado e o Distrito Federal. A pesquisa, contratada pela Empresa Folha da Manhã S.A. e TV Globo, está registrada na Justiça Eleitoral com o número BR-01140/2014.


Politica
Inversão nas pesquisas preocupa aliados de Aécio

 A inversão nos números do Datafolha, com vantagem numérica da candidata petista Dilma Rousseff, acendeu luz amarela no ninho tucano. A maior preocupação no comando da campanha de Aécio Neves é com o resultado na região Sudeste. Aécio tem vantagem em relação a Dilma no Sudeste (49% a 40%). Mas a diferença diminuiu em relação à pesquisa anterior, onde o tucano tinha 50% e a petista 35%.

Por isso, haverá uma operação nesta reta final para ampliar a dianteira na região com o maior eleitorado do país. Outra preocupação entre os tucanos é com a rejeição de Aécio. Ele tem um índice (40%) ligeiramente superior ao de Dilma (39%). Na primeira pesquisa Datafolha, 34% diziam que não votariam em Aécio de jeito nenhum contra 43% de rejeição de Dilma.

PANCADARIA FUNCIONA

A pesquisa mostra que tem causado, sim, danos à imagem do tucano Aécio Neves a estratégia de desconstrução feita pelo PT. Segundo o Datafolha, para 56% dos eleitores, Aécio é quem mais defenderá os ricos, caso se torne presidente. Esse índice é de apenas 17% para Dilma.

Já para 57% dos eleitores, Dilma é a candidata que mais defenderá os pobres. Só 26% dos eleitores enxergam em Aécio um defensor dos pobres.

Outro dado negativo para a campanha tucana: entre os indecisos, 31% admitem que poderiam votar na Dilma e 24% em Aécio. 
Há o reconhecimento nas duas campanhas que essa eleição será disputada até o último minuto. Por isso mesmo, o cuidado é para evitar erros nesta reta final do segundo turno e conseguir acertar a estratégia regional.


Politica
Carga final: Dilma e Lula hoje nas ruas do Recife e RMR

 A cinco dias do segundo turno das eleições, a presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT) chega hoje a Pernambuco para tentar recuperar terreno no único estado do Nordeste onde foi derrotada nas urnas no primeiro turno (perdeu para Marina Silva por 48% a 44%). Para impedir o avanço de seu adversário, Aécio Neves (PSDB), que agora conta com apoio do governador eleito Paulo Câmara (PSB), Dilma trará a tiracolo seu principal cabo eleitoral, o ex-presidente Lula.

Durante a tarde, os dois visitarão a fábrica da Fiat, em Goiana, e, em seguida, participarão de uma caminhada no Centro do Recife. Pela manhã, Dilma irá a Petrolina, no Sertão, para encontro de agricultores familiares, promovido para ONG Articulação Semiárido (Asa).

Antes da chegada dos dois ao Estado, a petista enviou ontem uma “tropa de elite” para representá-la e fazer a entrega de 1.920 moradias do programa Minha Casa, Minha Vida, em Abreu e Lima, no Grande Recife. Como a legislação eleitoral proíbe o comparecimento de candidatos à reeleição em cerimônias deste tipo durante a campanha, coube a Miriam Belchior, do Planejamento, Francisco Teixeira, da Integração Nacional, e Gilberto Occhi, das Cidades, substituírem a chefe do Executivo e fazerem a defesa dos investimentos da União em Pernambuco.


Politica
Câmara mobiliza deputados por Aécio na reta final

 O governador eleito Paulo Câmara reuniu cerca de 50 deputados estaduais e federais (entre atuais e eleitos) na noite de ontem para pedir engajamento e apoio total nesta reta final de campanha presidencial. Ao lado do prefeito do Recife, Geraldo Júlio, do senador eleito Fernando Bezerra Coelho, do vice-governador eleito Raul Henry e do presidente estadual do PSB, Sileno Guedes, Paulo reforçou a necessidade de eleger Aécio Neves no próximo dia 26 de outubro. Encontro semelhante já foi realizado com prefeitos da Frente Popular de Pernambuco.
 
“Nossos eleitores precisam saber que o voto agora é no 45. Logo, cada uma de nós, deve percorrer os municípios possíveis levando a mensagem de apoio a Aécio. Precisamos transferir nossos votos para a candidatura que representa a mudança e que está comprometida com o povo de Pernambuco e do Nordeste”, ressaltou o governador eleito. Paulo ainda destacou a importância do estado nestas eleições, alertando que Pernambuco terá papel de destaque neste segundo turno. 
 
O prefeito Geraldo Júlio também convocou os deputados a tomarem as ruas nestes últimos dias de campanha. “Devemos nos empenhar ao máximo, unir forças e intensificar o trabalho de disseminar o nome de Aécio. Vamos mostrar que a Frente Popular está unida em torno deste projeto de governo que vai mudar o Brasil e que vai ajudar o governo de Paulo a transformar a vida dos pernambucanos”, disse.
 
AGENDA - Além de receber Aécio em um grande ato no Recife e em Sirinhaém, município da Zona da Mata Sul, Paulo já realizou eventos em Petrolina e Caruaru, e amanhã comandará uma grande carreata em Arcoverde. Ao longo da semana, outros atos de campanha deverão contar com a presença do governador eleito. 


Garantia-Safra
Ministério autoriza pagamento do Garantia-Safra a agricultores

 Agricultores dos estados da Bahia, do Ceará, de Minas Gerais, da Paraíba, de Pernambuco e do Piauí, prejudicados pela seca este ano e em 2013, começarão a receber o benefício Garantia-Safra a partir deste mês, conforme calendário de pagamento de benefícios socais da Caixa Econômica Federal.

Portaria do Ministério do Desenvolvimento Agrário, publicada nesta segunda-feira (20) no Diário Oficial da União, autoriza o pagamento do Garantia-Safra aos agricultores de municípios dos seis estados que aderiram ao programa.

Criado em 2002, o Garantia-Safra visa a garantir condições mínimas de sobrevivência aos agricultores familiares de municípios sujeitos à perda de safra em razão da estiagem ou excesso chuvas. Os municípios estão situados na área de atuação da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene). O programa também beneficia o Espírito Santo.


Politica
Aécio começa a montar base parlamentar

 O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, começou a analisar as peças para montar sua base parlamentar, caso eleito presidente no próximo dia 26. O tucano quer fortalecer dois núcleos – em torno de PSB e PSDB – para reduzir a dependência das siglas que apoiam a presidente Dilma Rousseff (PT). Ele deve partir de quase 200 dos 513 deputados. Em Porto Alegre, por onde passou no sábado, Aécio falou em governar com o “lado bom” do PMDB. As informações são da coluna Painel, da Folha de S. Paulo.

Ainda segundo a publicação, o grupo do tucano trabalha com a ideia de formação de blocos e fusões partidárias em torno de PSDB e PSB. Nas duas situações, poderia montar núcleos maiores que o PMDB, que terá 66 parlamentares.


Politica
CNT/MDA: Dilma e Aécio estão tecnicamente empatados

 A primeira pesquisa CNT/MDA divulgada após a votação do primeiro turno da eleição presidencial mostrou a candidata Dilma Rousseff (PT) com 45,5 por cento das intenções de votos, enquanto o candidato do PSDB, Aécio Neves, aparece com 44,5 por cento, mas apesar da vantagem numérica da petista, ambos estão tecnicamente empatados dentro da margem de erro.

Segundo a pesquisa, divulgada hoje, Dilma tem 50,5 por cento dos votos válidos, contra 49,5 por cento de Aécio. A margem de erro da pesquisa, realizada nos dias 18 e 19 de outubro, é de 2,2 pontos percentuais.

No primeiro turno, Dilma teve 41,6 por cento dos votos válidos e Aécio somou 33,6 por cento. A pesquisa ouviu 2.002 pessoas, em 137 municípios de cinco regiões de país nos dias 18 e 19 de outubro.


Politica
Petista: 'Só precisamos de 30% dos votos de Marina'

 Enquanto Aécio fazia suas considerações finais no debate e agradecia o apoio de Renata Campos, viúva Eduardo Campos, e de Marina Silva, o presidente do Sebrae, Luiz Barreto, comentava: “Pode citar à vontade, nós só precisamos de 30% dos votos de Marina para vencer a eleição”. Daí, o esforço da presidente, no próximo sábado, para tentar conquistar os votos dos nordestinos de São Paulo, onde Marina obteve 25% de sua votação no primeiro turno. A informação é de Denise Rothenburg, no Correio Braziliense.

Os petistas consideraram que Dilma não respondeu bem quando perguntada sobre a inflação que consome os rendimentos dos assalariados. Mas acham que foi muito bem quando mencionou os escândalos do passado. Os petistas querem bater nessa tecla.


Brasil
Delator cita Fernando Bezerra na 'delação premiada'

 Ex-ministro e senador eleito Fernando Bezerra (PSB-PE) foi citado pelo ex-diretor Paulo Roberto Costa na ‘delação premiada’

Ex-ministro da Integração de Dilma e senador eleito, Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) foi citado pelo ex-diretor Paulo Roberto Costa, sob delação premiada. Ele relatou que em 2010 o doleiro Alberto Youssef recebeu de Bezerra, então secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, pedido de doação para a reeleição do governador Eduardo Campos. E R$ 20 milhões teriam sido doados pelo Consórcio Ipojuca Interligações (CII), contratado da Petrobras na refinaria Abreu e Lima.

Costa afirmou que, consultado por Youssef, aprovou a doação. Até o fechamento da edição, Bezerra não respondeu às ligações da coluna.
O TCU estima que o consórcio CII, das empreiteiras Iesa e Queiroz Galvão, pode ter superfaturado R$ 316,9 milhões em Abreu e Lima.
Hoje presidente do PSB, Carlos Siqueira ignora a suposta doação e diz que a campanha de Eduardo – que não custou tanto – jamais a recebeu.

A Queiroz Galvão informou por assessores que “todas as doações realizadas pela empresa seguem rigorosamente a legislação eleitoral”.


Pesquisa
Aécio tem 51%, e Dilma, 49% dos votos válidos, aponta Ibope

 Pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira (15) aponta os seguintes percentuais de votos válidos no segundo turno da corrida para a Presidência da República:

- Aécio Neves (PSDB): 51%
- Dilma Rousseff (PT): 49%

Para calcular esses votos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo.

Ibope afirma que o cenário para o segundo turno está indefinido e, neste momento, sem tendência visível de crescimento ou de queda para Aécio ou Dilma.

Votos totais
Se forem incluídos os votos brancos e nulos e dos eleitores que se declaram indecisos, os votos totais da pesquisa estimulada são:

- Aécio Neves (PSDB): 45%
- Dilma Rousseff (PT): 43%
- Branco/nulo: 7%
- Não sabe/não respondeu: 5%

Na margem de erro, os candidatos estão empatados tecnicamente.

No levantamento anterior do instituto, divulgado no dia 9, Aécio tinha 46% e Dilma, 44%.

O Ibope ouviu 3.010 eleitores entre os dias 12 e 14 de outubro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01097/2014.

1º turno
No primeiro turno, Dilma teve 41,59% dos votos válidos e Aécio, 33,55% (
veja os números completos da apuração no país).


Pesquisa
Aumento da rejeição de Aécio é um alerta para campanha tucana

 Um dado da pesquisa Datafolha chama a atenção: a rejeição do candidato do PSDB, Aécio Neves, subiu quatro pontos percentuais: hoje, 38 % dos eleitores não votariam de jeito nenhum no tucano (eram 34% no dia 9). Enquanto isso, a rejeição de Dilma ficou praticamente estável: passou de 43% para 42%.

Isso mostra que a estratégia da campanha de Dilma de desconstrução de Aécio Neves começa a dar certo. Na pesquisa anterior, a rejeição menor do tucano era uma vantagem nesse segundo turno. Mas com a ampliação desse índice, diminui o número de eleitores que poderiam votar no tucano. 

Integrantes da campanha de Aécio já reconhecem que o tucano também precisa partir para o ataque, já que a disputa está apertada. "Não adianta aparecer como vítima, como aconteceu com Marina Silva no primeiro turno. É preciso reagir. Esse não é o momento de oferecer a outra face", disse ao Blog um aliado de Aécio.


Pesquisa
Datafolha: Aécio tem 51%, e Dilma 49%

 Pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira mostra que o cenário continua o mesmo em relação à rodada anterior, finalizada no último dia 9 de outubro: o candidato do PSDB, Aécio Neves, tem 51% dos votos válidos (excluídos brancos e nulos), e a presidente Dilma Rousseff (PT) tem 49%. Como a margem de erro é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos, eles estão em empate técnico.


Politica
Lula: 'Aécio mentiu ao falar que eu convidei Armínio'

 Em nota divulgada hoje, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva negou que tenha feito convite para que o ex-presidente do Banco Central Armínio Fraga permanecesse no cargo quando assumiu o governo federal, em 2003.

O candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, fez a afirmação durante debate com a candidata do PT, Dilma Rousseff na noite de ontem: "Lula, quando assumiu o governo, pediu que Armínio Fraga ficasse mais um tempo no Banco Central. Isso é história", disse Aécio durante o debate.

Armínio Fraga ocupou a presidência do Banco Central durante a gestão do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, e foi anunciado como ministro da Fazenda em um eventual governo Aécio. Veja a nota abaixo:

"Ontem, o candidato Aécio Neves mentiu no debate da TV Bandeirantes ao falar que eu teria convidado Armínio Fraga para permanecer no Banco Central após o término do governo Fernando Henrique Cardoso. Nunca fiz esse convite. É lamentável um candidato falsificar fatos históricos em um debate para a Presidência da República".


Eleições 2014
Campanha de Aécio ganha reforço em Pernambuco

 A campanha de Aécio Neves, candidato do PSDB à Presidência da República, passará a contar com reforço em Pernambuco. É que a partir de hoje, a investida tucana mobilizará as frentes da mulher, da juventude e de deputados eleitos no pleito deste ano.

Já nesta quarta, o movimento “Todas com a Mudança”, lançado na semana passada e coordenado pela deputada estadual Terezinha Nunes (PSDB), promove adesivaço na avenida Agamenon Magalhães, em frente à McDonald’s, às 16h.

Além disso, representantes do PSDB, DEM, PSB, PPS, PV e PR estarão em campo numa mobilização que se manterá até o último dia de campanha.

A Juventude do PSDB de Pernambuco inaugura, também nesta quarta-feira, o comitê de Aécio no Recife, às 18h. O “QG jovem” funcionará na Avenida Rosa e Silva, em frente ao Clube Náutico Capibaribe, com a presença de diversos líderes do partido e de integrantes da juventude das siglas que migraram para o palanque do tucano no segundo turno.


ENQUETE
Na sua opinião, qual vereador é o mais atuante na Câmara Municipal de Sertânia?



GALERIA DE FOTOS
36 foto(s)
51 foto(s)

SouMaisPE

CURTA O MOXOTÓ LIGADO
Copyright 2013.
MOXOTÓ LIGADO
Todos os direitos reservados.
083-9967.2682
Entre em contato